As Actividades nas Comunidades Terapêuticas

As Reuniões

 

Reuniões com utentes utilizando técnicas de dinâmica de grupo

Reunião Comunitária

Efectua-se diariamente, com todos os residentes, monitor e coordenador ou psicólogo.

É um tempo de proposta, de protesto, de consciencialização /resolução de conflitos e de programação de actividades intra e extra-comunitárias.

 

Reunião Vivencial

 

Dirigida por um(a) coordenador(a), psicólogo(a) clínico(a) e com a participação dos monitores, esta reunião é o espaço comum de abordagem psicológica e psicoterapêutica de dinâmica interna de cada um e do grupo, feita através da análise da evolução e transformação, onde cada residente: fala de si próprio e da comunidade, procura fazer a análise das transformações e progressos alcançados, debate as dificuldades encontradas, trabalha a relação consigo próprio e com os outros.

 

Reuniões Temáticas

 

Dinâmicas de grupo, sexualidade, SIDA e  outras DST’s, avaliação de projectos, etc...

Reuniões clínicas

Reuniões semanais da equipa técnica para discussão e avaliação de casos, com a supervisão do Director Técnico (Psicólogo Clínico) de cada uma das comunidades.

 

Atendimento Individual

 

Há espaço para atendimento individual periódico dos utentes, em todas as fases, pelos psicólogos ou por médico psiquiatra.

 

O Trabalho

 

As actividades inerentes à manutenção e funcionamento da casa (limpezas, cozinha, lenha, lavandaria, etc.), jardinagem, costura, horticultura, pecuária, carpintaria, construção civil, etc, são assumidas pelos residentes, de forma programada e com responsabilização gradual e progressiva.

Estas actividades, constituem a colaboração e partilha do residente na resolução de necessidades existentes na Comunidade Terapêutica.

Podem também ser organizadas actividades em benefício social da zona onde se localiza a Comunidade Terapêutica.

 

O Lazer

 

Jogos de grupo, sessões de vídeo, elaboração regular do Jornal de Parede, jogos dramáticos e teatro (procurando estimular a expressão verbal e corporal), passeios organizados, prática desportiva em grupo, colaboração nas festas das aldeias e participação em outros festejos (1ª e 2ª fases), internet, etc.